09 dezembro 2016

E aquele tal de Padrão de Beleza será que ainda existe ? #escravidão ou #liberdade , me diga você qual é a # que mais te define !

Tudo que as pessoas querem é  nos convencer que estamos bem , mais nunca querem nos ver melhor que elas.


Vivemos em uma sociedade em que ainda  debatemos sobre tudo e me coloco em questão se o padrão de beleza existe ou não , esse tal de padrão de beleza que muitos acham obrigatório e logo se torna um paradigma entre todo mundo.
Vamos começar da onde mais nos toca, muitas vezes pra você se encaixar em qualquer lugar aonde não deveria existir regras você  tinha que ser bonita,  ser magra , ter cabelos lisos , de preferência branca de olhos azuis , ou até ruiva , o máximo que poderia vestir era 36 , por que vestir 38 já era um absurdo , você já estava fora da média , longe de ser comparada com aquelas modelos magérrimas  que passava na televisão ou até  com aquela musa fitness gata que você tanto ama , e que para se encaixar nisso tudo , apelavámos para nossa propia consciência criando tabus em nós mesmo , nos privando de várias coisas com medo do que ia vir pela frente.

 Pronto Chegamos na época da Revolução.

Passamos dessa fase e nos tornámos  mais compreensíveis,  algumas pessoas começaram a torna o Plus size como uma nova adequação na moda fazendo com que aquelas pessoas que mesmo tendo mais corpo começassem a se aceitarem do jeito que são, mas graciosas e únicas,  quebrando ordens e regras que transformava o 36 como Deus do amor e transformando o 54 em um Deus soberano.

Buuum um novo choque e uma grande revolução  o início das cacheadas , as negras mais poderosas mostrando todo seu charme e poder,  chegando pra liderar o mercado , e trazer coisas novas , um novo mundo uma nova conquista e junto com ela grandes transições, pessoas mais disposta a mudar e com a cabeça aberta a um novo recomeço , são cachos e cores , uma nova identidade  o empoderamento !

“O padrão estético de beleza atual, perseguido pelas mulheres, é representado imageticamente pelas modelos esquálidas das passarelas e páginas de revistas segmentadas, por vezes longe de representar saúde, mas que sugerem satisfação e realização pessoal e, principalmente, aludem à eterna juventude” (BOHM, 2004, p.19).

Vamos ao principal motivo podemos tentar colocar na nossa cabeça que devemos ser quem somos não importa o que diga , mais vamos  ser realista , hoje existe milhares de meios de comunicação e cada ano a mídia vem tomando um espaço consideravelmente absurdo no mundo , aonde tudo é manipulado . Vai me dizer que quando passa na televisão aquela mulher linda magérrima,  que tem uma ótima qualidade de vida , não te desperta a vontade de querer ser como ela , nem que seja passageira , quando sai um novo creme , um novo perfume , um novo remédio pra emagrecer , você logo pensa olha lá aquela artista usou isso , vamos usar e assim eles vão ganhando em grande quantidade mais notoriedade, seu comercial da certo , pronto a manipulação foi feita , olha lá a pugliese magra linda , bem de vida quero ser igual a ela , olha a Bianca Andrade sempre maquiada sorridente , conseguiu emagrecer com vontade própria , ta nos incentivando a ser que nem ela , partiu bora se fitnes , pronto cadê o que você pensa sobre sua vida , sobre o que você quer ser , sumiu acabou ali , vamos seguir aquele jeito ali por que é o melhor ! se ela conseguiu também vou conseguir .# huuum legal mais e ai a cadê a sua vontade própria? aonde fica ? Somos manipulados constantemente e somos incentivados a fazer isso , confesso que  também  quando vejo essas coisas  fico louca , não que eu vá fazer a dieta da pugliese por que não nasci pra isso kkk e nem se maquiar tão bem quanto a boca Rosa por que não tenho o dom,  Mais por que acho que isso já faz parte da genética humana , vai dizer que você nunca escutou a frase " As mulheres não se arruma pros homens e sim para outras mulheres."
Uma pesquisa de um site inglês afirma: mulheres olham mais para outras mulheres do que para homens.
“Eu olho. Quando a mulher é bonita, eu olho para ver a roupa, para ver o cabelo, para ver como é que ela está, para ver a maquiagem."
E tudo isso acaba fazendo a competição ficar forte e fazendo com que cada vez mais as mulheres se esforcem pra chegar no tal "padrão."

Deixando  um pouco isso de lado temos vistos, também um verdadeiro movimento  onde pessoas, principalmente mulheres, acabam com o  seu prazer de viver e sua liberdade para atingir o inatingível padrão de beleza, imposto pelas mídias em nossas vidas.
 O discurso da mídia decorre de uma diversidade de produtos e avanços tecnológicos a fim de aprimorar a estética e forma física. Acompanhamos todos os dias surgirem novos produtos de emagrecimento, são pílulas, sucos, comidas diet, light e zero, parelhos de ginásticas, academias com uma imensidão de aparelhos, vídeos com séries de exercícios pra se fazer em casa e perder medidas, revistas especializadas em perda de peso em tantos dias, cosméticos, cirurgias plásticas, redução de estômago e muito mais .
E é ai que chego a uma conclusão e um conselho pra vocês.

Aprenda diariamente a ter um caso de amor com a pessoa bela que você é, desenvolva um romance com a sua própria história. Não se compare a ninguém, pois cada um de nós é um personagem único no teatro da vida” (CURY, 2005, p.1).

Então pra finalizar , vai um texto que li em um site que estava fazendo pesquisas.

"Não importa o que as indústrias da moda, da beleza, do consumo e os meios de comunicações nos impõem, ou os produtos que colocam no mercado, prometendo milagres da beleza, do rejuvenescimento, dizendo que isso fará ser bem aceito na sociedade e ter ascensão social, não adianta está se matando para atingir o inatingível, pois cada pessoa tem uma beleza única, e deve serem aceitas como são, se cuidar e ser vaidosa faz parte da natureza de cada mulher, mas não chegar ao ponto de se deixar escravizar por isso. O envelhecer é nosso destino, viver feliz e com dignidade deve ser nossa meta."

Trecho retirado do site:
http://observatoriodaimprensa.com.br/diretorio-academico/_ed794_o_padrao_de_beleza_imposto_pela_midia/

Considerações finais:

E quem foi que disse pra você que é sempre que devemos seguir o padrão?   A força de mudar estar dentro de nós,  não há Mais limite pra ser quem você quer ser , devemos nos arriscar e começar a viver,  e pra você que ainda não se encaixou em nenhum desses padrões não se preocupe existe milhões de outros , o importante é ser você, não importa se é a esquisita q gosta de usar tênis com meia calça e saía  , ou a cafona por misturar cores , ou sem Gosto por preferir o básico ao invés do sofisticado,  a roupa caiu bem , olhou no espelho se sentiu diva?  Se jogaaaaaa , quem faz somos nós aqui e agora !
Lute por você , pois ninguém mais fará isso !
                            Tracy Hemily


                          Camila Valério



Beatriz Silva

Minhas modelos 

Tracy Hemily - Encontrou no seu corpo uma forma de se amar e reinventar. 
Beatriz Silva - Se livrou do medo de assumir seus cachos, antes tinha medo do que os outros iriam falar e hoje se tornou pra si mesmo alguém que pode se orgulha.
Camila Valério-  Acredita que existe espaço para todos, o importante é se amar .

Postar um comentário